Pequenos co-workings, grandes vantagens: o que os espaços compartilhados menores têm de especial

Fernando Aguirre - co-fundador da comunidade Coworking Brasil - destacou em um artigo que os pequenos espaços colaborativos oferecem uma experiência muito legal para os coworkers.


Aguirre contou que as constatações são fruto da experiência dele nos escritórios compartilhados de todo país. Apaixonado por co-workings, ele não abre mão de fazer visitas para avaliar como os locais podem ajudar os residentes.


Ele ainda ressaltou que não há resposta definitiva. Um co-working grande não é melhor que um pequeno e vice-versa. Porém, há benefícios que são característicos de espaços colaborativos menores.


Neste artigo, vamos ressaltar os pontos indicados por Aguirre e a nossa avaliação de cada item.


Acesso VIP: contato direto com o tomador de decisão


Imagem: Freepik


O co-fundador do Coworking Brasil contou que é comum ser recebido pelo proprietário do espaço nos escritórios compartilhados de menor porte. Aqui, no Co-Labor, normalmente é isso que acontece mesmo. A Nathália Aguiar, nossa fundadora, rapidamente torna-se Nath para os residentes. Isso porque ela está sempre por perto.


Dessa forma, está em contato direto com cada pessoa que passa pelo Co-Labor. A grande vantagem para o residente é conseguir resolver tudo mais facilmente. Afinal de contas, ela é a responsável, quem toma as decisões e pode flexibilizar as regras do local, se assim for indicado.


Um benefício indireto desse acesso VIP é um co-working cada vez mais alinhado às demandas dos co-workers. Como a Nath está sempre presente, ela acompanha diariamente as necessidades de quem usa o espaço para trabalhar, o que dá base para melhorias contínuas realmente eficazes.


Networking eficaz


Imagem: Freepik

Em um co-working menor, os residentes vivem se esbarrando nas áreas comuns. Dessa forma, aproximam-se com facilidade e de maneira natural. Assim, os laços profissionais tornam-se mais fortes.


A possibilidade de geração de negócios aumenta porque ao conviver com o profissional a confiança, ingrediente fundamental para contratações, tende a ser maior. Sem falar que não é preciso deslocar-se para os alinhamentos. Em um espaço grande, talvez o talento que você precisa, ou a oportunidade, fique camuflado na grande clientela da rede. Em um co-working pequeno não, será muito difícil que você não seja visto.


Co-working menor é menos burocrático



Imagem: Freepik

Um escritório compartilhado mais compacto não precisa de uma portaria com seguranças, catraca e outras burocracias. Aguirre ainda destaca que as empresas menores analisam caso a caso com mais facilidade do que grandes redes. A gente entende que a estrutura administrativa dos co-workings maiores é mais complexa mesmo, o que também traz vantagens.


Mas em um espaço colaborativo como o nosso realmente conseguimos dar atenção especial a cada um e analisar as situações individualmente.


Com qual co-working você dá match?



Imagem: Freepik

Como Fernando Aguirre e nós destacamos no início do texto, não existe tipo de co-working melhor ou pior. Mas têm que dar match entre você e o local. Afinal, você deve passar longas horas do seu dia no escritório. Assim, é importante você se sentir bem no espaço.


A importância dessa questão mereceu um artigo completo e detalhado sobre como saber se o co-working e você têm futuro. Convidamos você a ler, pois vai ajudá-lo a fazer uma excelente escolha.



© 2023 POR UP Experience. 

colaborcw@gmail.com |  R. Juiz de Fora, 1454, Sto Agostinho | Belo Horizonte, MG

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black